Mensagem do Presidente

 

Caros (as) colegas e amigos (as),

Organizar este XVII Congresso da Academia Brasileira de Neurocirurgia tem sido um grande desafio. A atual conjuntura econômica do país tornou a captação de recursos financeiros uma façanha de inacreditável dificuldade. Mesmo assim, felizmente logramos algum êxito.

A definição do quadro de professores internacionais convidados foi também uma árdua tarefa. Queríamos reunir um grupo de profissionais de primeira grandeza, que nunca ou pouco tivessem vindo ao nosso país e que aceitassem que pagássemos apenas sua estadia e passagem aérea classe turística, cientes dos problemas financeiros atuais do Brasil. Tenho certeza que podem imaginar nosso grau de dificuldade. De fato, foi um trabalho hercúleo, mas ficamos muitissimamente satisfeitos com o elenco estrangeiro que logramos reunir para abrilhantar este congresso.

Vários neurocirurgiões brasileiros, militantes das diversas subespecialidades da neurocirurgia, gozam hoje de renome internacional, alguns deles radicados no exterior. Como sabem, a Academia, assim como a SBN, não patrocina a vinda de nenhum neurocirurgião brasileiro palestrante aos seus congressos, todos arcando integralmente com suas despesas (passagem, hospedagem e inscrição). No presente congresso, inclusive TODOS os membros das comissões científica e organizadora local pagaram suas inscrições. Não nos pareceu correto, assim, convidar colegas brasileiros radicados no exterior e pagar suas despesas, bem como convidá-los e não as pagar. Por esse motivo, optamos por não convidar, como palestrantes, neurocirurgiões brasileiros radicados no exterior, com uma única exceção, visto que este colega será homenageado pelo XVII Congresso da Academia Brasileira de Neurocirurgia.

Temos observado,ao longo destes últimos anos, nos congressos brasileiros de Neurocirurgia, uma estratificação das suas diversas subespecialidades na maior parte dos seus programas científicos. Isto tem nos tornado cada vez mais subespecialistas e mais distantes do conhecimento geral da Neurocirurgia. Não podemos nos esquecer, todavia, que somos, antes de tudo, neurocirurgiões, e que devemos estar à par, pelo menos superficialmente, dos principais avanços de nossa especialidade, independentemente da subespecialidade que militamos. Tendo isso em mente, desenhemos o programa científico deste congresso de modo a tentar suprir esta clara deficiência em nossa atualização.

O Programa Científico foi preparado com muito esmero. Vários colegas de todo o país, participantes da Comissão Científica, foram ouvidos, bem como uns poucos colegas outros que, atendendo ao nosso chamado pela internet para o envio de sugestões, assim o fizeram. De posse de tantas possibilidades, coube a nós, da Comissão Científica/Organizadora local, selecionar os temas a serem apresentados. Para que um tema ganhasse acesso ao programa, pelo menos uma das seguintes perguntas necessitava ser respondida afirmativamente: 1- Trata-se de um avanço da Neurocirurgia?; 2- É relevante, devendo ser de conhecimento de todos os neurocirurgiões?; 3- Trata-se de uma dificuldade do dia-a-dia do neurocirurgião?

Pronto o Programa Científico, precisávamos distribuí-lo ao longo do dia e dos dias. Pelas manhãs, em uma única sala, teremos apenas conferências ministradas por convidados internacionais, com duração de 20 min, seguidas de 10 min para perguntas. Às tardes, ocorrerão, em três salas simultâneas, todas com temas variados, as Sessões de Prós e Contras, Controvérsias, Spicy e de Temas Livres, tendo como palestrantes, prioritariamente, convidados nacionais, ministrando conferências sobre temas muito focados, com 10 min de duração, seguidas sempre de tempo abundante para debate, ponto alto deste Congresso. Este é o desenho geral para os dias 1, 3 e 4 do evento.

No segundo dia do congresso se realizarão as Sessões de Imersão. Contrariamente aos demais dias, nos quais todas as áreas da Neurocirurgia serão contempladas de forma “misturada”, este dia será inteiramente dedicado às diversas subespecialidades, em salas distintas. Apenas um tema será abordado em cada sessão, esmiuçado em toda sua profundidade, com 3 blocos de 4 ou 5 conferências de 10 min cada, seguidas de 20 min para ampla discussão.

Percebam que, para que este modelo de congresso funcione adequadamente, o horário previsto para cada atividade científica deverá ser seguido à risca. Nenhum minuto de atraso será permitido. Tão ou ainda mais importante é o papel dos moderadores de todas as sessões, a quem caberá manter acesa a chama da discussão. Notem também que, objetivando contemplar colegas de todo o país, haja vista que se trata o presente de um congresso nacional, cada neurocirurgião brasileiro participará do programa com uma única atividade, quer seja como palestrante ou moderador.

Paralelamente ao programa científico central, ocorrerão seis sessões concorrentes: Encontro do ATCHYN (14/06), II Interim Meeting da Walter Dandy Society (16/06), Neurorreabilitação (fisioterapia, fonoaudiologia, enfermagem, terapia ocupacional, psicologia e neurocirurgia, nos dias 16 e 17/06), Ligas Acadêmicas (14 e 15/06), Mulheres na Neurocirurgia (14/06) e Operative Techniques for Residents (este, diferentemente dos demais, no Castro’s Park Hotel, no dia 13 de junho, antecedendo o congresso). Cumpre salientar que, não obstante termos oferecido o espaço para sua realização, a Comissão Científica/Organizadora do Congresso não participou de sua estruturação e não tem qualquer responsabilidade sobre o programa científico dessas sessões.

Nas proximidades de Goiânia se localizam as históricas cidades de Goiás e Pirenópolis, Caldas Novas e Rio Quente, abrigando o maior complexo hidrotermal do mundo, e o Rio Araguaia, bastante piscoso (e o mês de junho é bem favorável à pesca), a cuja margem se encontra a cidade de Aruanã, dentre outras. Aproveite o feriado de 15/06 e traga sua família para desfrutar dessas delícias goianas!
Será para nós uma alegria e um enorme prazer recebê-los!

Meu cordial abraço,

 

Osvaldo Vilela Filho
Presidente, ABNc
Presidente, XVII Congresso da Academia Brasileira de Neurocirurgia